mãos que acariciam, auxiliam e realizam muito
mãos que acariciam, auxiliam e realizam muito

Para ler mais sobre o assunto basta clicar sobre o título de cada texto postado, que ele abrirá por inteiro.


*Comentários e sugestões são bem vindos!
Obrigada!

Tue

24

Jan

2017

Ensinar a nossas crianças que é preciso esperar

“Simbolicamente, estão trocando os alimentos. Alimentar uma criança com comida é alimentá-la com amor e de amor. Alimentá-la com imagens e sons de iPad é alimentá-las de impaciência, falta de respeito, falta de diálogo, falta de interação e principalmente, falta de tédio. A médica fonoaudióloga carioca Maria Lúcia Novaes Menezes fala da quantidade assustadora de crianças que têm recebido em seu consultório com a queixa de não se comunicarem por volta dos 2/3 anos de idade. Ela diz que em 80% dos casos a criança simplesmente não fala porque não recebe estímulos dos pais. Porque não existe dialogo, não existe troca. Existem ipads nas mesas dos restaurantes e com isso crianças que crescem mudas e sem a capacidade de aprender a esperar.”

Read More 1 Comments

Tue

13

Sep

2016

Dos contos para a vida

     Contar uma fábula ou uma estória para a criança já deitada em sua cama poderá contribuir para uma boa noite de sono, o conteúdo dessas imagens que são descritas para a criança, irá permear a sua imaginação, no entanto, é importante saber dosar essas imagens e o modo de apresentá-las, existem contos apropriados para cada idade e aqueles muito longos podem ser apresentados aos poucos, noite após noite até a sua conclusão, criando na criança a expectativa de como irá terminar aquela aventura, essa experiência a criança levará para a vida e no futuro irá se recordar desses momentos como um acolhimento que poderá ser de grande valia em muitas situações de dificuldade que venha a passar.


Dr. José Carlos Machado - médico escolar

Read More 0 Comments

Fri

12

Aug

2016

Benefícios dos brinquedos de madeira

Observe um grupo de crianças se divertindo juntas ou repare nos presentes de aniversário em uma festa infantil. Que tipo de brinquedo você vê? Na maioria das vezes, eles são feitos de metal ou plástico, movidos a pilha. Barulhentos e com vários botões, esses brinquedos andam, falam, cantam. Ou seja, a criança só observa. Soou um pouco entediante, não é mesmo? Então, que tal deixar os pequenos assumirem o comando? Já pensou nos benefícios dos brinquedos de madeira? É sobre isso que falaremos neste post. Confira:

 

Read More 0 Comments

Sat

28

May

2016

O Jardim Waldorf

          No primeiro setênio a professora do Jardim conduz a criança a socialização, preservando seu mundo interior. Incentiva sua criatividade e imaginação, além da aquisição de bons hábitos de vida: ritmo, disciplina, e respeito para com os outros. Nesta fase da criança educação é o exemplo.


Read More 17 Comments

Thu

31

Mar

2016

Estímulos demais, concentração de menos. Estamos enlouquecendo nossas crianças.

"Precisamos pausar. Parar e olhar em volta. Colocar a mão na consciência, tirá-la um pouco da carteira, do telefone e do volante: estamos enlouquecendo nossas crianças, e as estamos impedindo de entender e saber lidar com seus tempos, seus desejos, suas qualidades e talentos. Estamos roubando o tempo precioso que nossos filhos tanto precisam para processar a quantidade enorme de informações e estímulos que nós e o mundo estamos lhes dando".

Read More 0 Comments

Mon

14

Mar

2016

A importância da infância

“A impossibilidade de brincar representa para a criança simplesmente a não possibilidade de viver a infância! Brincar é coisa muito séria!”
“A impossibilidade de brincar representa para a criança simplesmente a não possibilidade de viver a infância! Brincar é coisa muito séria!”

Assim como um prédio que depende da boa estruturação de sua fundação e base, o adulto é também resultado das experiências vividas na infância. A infância é a sustentação para o adulto.

Assim, a criança que não tem tempo para brincar, não tem tempo de ser criança e viver a infância, e assim, “pula” a mais importante das fases do desenvolvimento humano.

Read More 2 Comments

Mon

22

Feb

2016

Do que uma criança precisa de verdade?

Só por um dia, voltar a ser criança. Ter no olhos a alegria. De andar de mãos dadas com a esperança.
Só por um dia, voltar a ser criança. Ter no olhos a alegria. De andar de mãos dadas com a esperança.

"Ser aquecida no momento certo. Ser alimentada sempre que necessário. Ser confortada com a voz calma da pessoa que cuida. Sentir o toque gostoso de quem a ama. Ser compreendida. Ser protegida. Ser corrigida. Sentir os limites do que é certo e errado. Ser respeitada nas suas diferentes emoções. Poder se encantar.Brincar livremente. Se divertir. Aprender brincando. Ver seus pais se divertindo também. Sentir o tempo sem tanta pressa."

Você já parou para pensar que mesmo vivenciando todos estes momentos gostosos, ainda assim o seu filho já passa por algumas dores profundas?" 

Read More 0 Comments

Wed

06

Jan

2016

Pedagogia Waldorf e a idade da escolarização

Uma coisa é certa: crianças têm capacidade de aprender, fantasia muito rica e força de vontade; são otimistas, abertas para o mundo, despreocupadas e curiosas. Os adultos têm a tarefa de não destruir tudo isso, e ajudar as crianças a desabrocharem, tanto quanto possível, os seus potenciais passíveis de desenvolvimento.

A presente crise educacional é também um sinal para o fato de que, aparentemente, reina uma insegurança de como preencher essa tarefa educativa da melhor maneira possível. A discussão atual sobre a passagem do jardim de infância* para a escola é bem-vinda na pedagogia Waldorf, justamente porque esse processo de desenvolvimento tem um grande significado pedagógico. Os professores Waldorf são, no entanto, da opinião que a crise educacional só pode ser suplantada e estruturada de uma maneira sensata quando as decisões não são permeadas, em primeiro lugar, por aspectos políticos e econômicos. Do contrário, as crianças, com todas suas habilidades, capacidades, interesses, inclinações e também problemas devem estar no centro do trabalho pedagógico e de formação, assim como seus processos bem diferenciados de amadurecimento. O trabalho pedagógico e de formação começa com a observação de crianças, sem julgá-las, e muito menos ainda comprimi-las em um esquema genérico de formação e desenvolvimento.

Read More 0 Comments

Wed

26

Aug

2015

Afinal, qual o problema de criança ver TV?

          Responda rápido: como é a Branca de Neve? Quando ouvimos essa pergunta do pediatra, eu e meu marido, à época, respondemos de pronto: oras, uma mocinha de cabelo preto pelo ombros, franjinha e laço vermelho na cabeça, vestido azul e amarelo. Enfim, mas que pergunta, hein? É a Branca de Neve clássica, aquela dos desenhos, quem não sabe?! 

          Ele, então, insistiu. “Não, não, essa é a Branca de Neve do Walt Disney, mas a história existia muito antes disso. Como é a princesa da imaginação de vocês?”. Silêncio. 

Read More 0 Comments

Wed

22

Jul

2015

Porque não explicar tudo a uma criança pequena

          “Nos primeiros anos de vida, até a troca dos dentes, por volta dos seis anos, a mielinização para a aprendizagem está sendo formada. A consciência da criança está ainda num estado de sono nesta etapa da infância,ou seja, ela não tem consciência das coisas como nós adultos já a temos. Por isso que a criança é criança e depende de nós para tudo. Ela não tem discernimento, crítica e julgamento ainda sobre as coisas da vida. Deixe que a criança descubra o mundo por si mesma, vivenciando-o; experimentando-o; incorporando-o e, sobretudo, aprendendo ao vivo e não através da mídia. Promova-lhes as oportunidades. Quanto mais a criança descobrir por si através do movimento, do equilíbrio e dos seus órgãos dos sentidos, mais ela fará conexões nervosas e quanto mais sinapses ele tiver feito na infância por ela mesma mais espaço no cérebro ela terá para a aprendizagem posterior cognitiva.”

Read More 0 Comments

Tue

12

May

2015

Seu filho não sabe o que é melhor para ele

Quantas vezes você já ouviu: “Meu filho não gosta de dormir cedo.” “Meu filho só come porcaria.” “Ele quer ir pra escolinha.” (mesmo tendo 11 meses e nem sabendo falar) “Ele adora Coca Cola” (porque olha quando alguém abre aquela garrafa vermelha, preta e branca, que solta aquele líquido marrom com bolinhas espumantes e que fazem barulho)

Essas e muitas outras frases são comuns, tão comuns que eu diria que são a regra da relação entre pais e filhos hoje em dia. O pai e a mãe sendo presentes ou não, estando focados na criação dos filhos ou não – perderam a voz e a razão. Quem está decidindo hoje em dia são as crianças. E será que elas sabem o que estão fazendo?

Read More 0 Comments

Wed

08

Apr

2015

O jardim de infância é mais importante que a faculdade

Desde que a gente nasce, ouve os pais falando que temos que estudar, pois quem não estuda não é ninguém e por aí vai. Eu pelo menos ouvi muito. Hoje a coisa vai além.

Uma criança mal nasce e os pais (eu e você, no caso) já estão fazendo planos para a faculdade. Sim, sim, é importante. A gente sabe. Mas ao mesmo tempo cresce o número de jovens que eu conheço que tem optado por caminhos profissionais em que a faculdade não importou muito ou, pior, que já está no terceiro curso e mesmo assim não está satisfeito. A tal da insatisfação crônica comum em nossa época… Bem, se meu filho vai fazer faculdade eu realmente não sei. Se ele vai ser arquiteto, cineasta ou jogador de futebol é uma incógnita. Mas tenho uma certeza: ter feito um bom jardim de infância fez diferença. Os primeiros sete anos de vida são decisivos na vida. É nesse período que se forma muita coisa, entre elas todos os órgãos do corpo, os dentes que teremos para o resto da vida, em que se forma nosso sentimento básico em relação ao mundo, ou seja, aquele sentimento a respeito do mundo que vai nos acompanhar para sempre, amém. E que você só vai mudar, se precisar, com muita terapia e dedicação.

Pode ser medo, pode ser segurança, pode ser outra coisa. Se nesse período nossas crianças tiverem um desenvolvimento sadio, com espaço para brincar, se forem acolhidas em suas necessidades básicas e emocionais, aí se tem uma base forte para qualquer que seja a escolha profissional lá na frente.

Read More 0 Comments

Mon

09

Mar

2015

Síndrome do Pensamento Acelerado - SPA

            Augusto Cury estuda o cérebro humano há mais de 30 anos. Desde o final dos anos 1990, escreve livros relacionados a seus conhecimentos sobre memória e construção do pensamento – misturados com uma boa dose de análise de comportamento. No lançamento de Ansiedade: como enfrentar o mal do século (Editora Saraiva), sua 35ª obra, ele apresenta a síndrome do pensamento acelerado, que considera mais nociva que a depressão. “O bombardeio de informações e atividades intelectuais gerou uma sociedade ansiosa, que sofre por antecipação”, diz. Em entrevista a revista ÉPOCA, Cury dá dicas de como lidar com as ansiedades.

Read More 0 Comments

Mon

02

Feb

2015

Prontidão para alfabetização

          Quando se fala em prontidão para a alfabetização logo se pensa em leitura e escrita.

         Prontidão escolar é muito mais que isso.

         É perceber sensorialmente formas, é orientar-se no espaço, perceber direções, lateralidade e ter equilíbrio. É orientar-se no ritmo, é saber ouvir, estar atento, ter concentração e sobretudo é conhecer o sentido do que está percebendo; conhecer as palavras, suas relações e seu simbolismo. É poder controlar o corpo, inibir movimentos amplos para usar motricidade fina.  

Read More 0 Comments

Sat

10

Jan

2015

Crianças devem aprender a lidar com frustação

          A americana Pamela Druckerman, que tem três filhos e vive em Paris, é autora do livro Crianças Francesas Dia a Dia. Ela também escreveu Crianças Francesas Não Fazem Manha, fruto da observação de como os pais franceses agem na educação dos filhos. Pamela fala sobre as diferenças entre a educação francesa, a americana e a brasileira, já que também viveu em São Paulo, em 2001. Veja a entrevista concedida por e-mail para o Jornal Zero Hora:

Read More 0 Comments

Thu

25

Dec

2014

As épocas e suas Festas Anuais

        Cada vez mais se torna comum ouvirmos falar da importância das chamadas Festas Anuais e de se dedicar a uma preparação interior, já que elas têm um profundo sentido espiritual. Mas o que isto quer dizer?

         

Read More 0 Comments

Wed

26

Nov

2014

O brincar como primeiro experimentar do mundo

          Em tempos passados brincar era algo natural para a criança. Brincavam e ninguém se preocupava com isso, não se falava ou se escrevia de suas atividades. Existem muitos adultos que se lembram saudosamente dos tempos felizes de sua infância, era uma época onde se sentiam realmente livres.  Hoje em dia, em nossa civilização predominantemente técnica, com a preocupação de conhecer, estudar e orientar a educação das crianças, acabamos por interferir demais em sua capacidade original de brincar.

Read More 0 Comments

Thu

10

Jul

2014

Limites sem trauma

             Limites ou não?? Antigamente, ninguém sequer discutia o assunto.

               Criança não sabia e, portanto, precisava aprender. E nós, adultos, tínhamos de ensinar. De maneira que, por exemplo, quando o menino fazia algo errado, respondia mal à vovó, agredia um coleguinha ou não queria fazer o "dever de casa" os pais não tinham dúvidas — agiam, corrigiam, "davam castigo" — muitos até batiam!!! (Lá em casa, temos guardada uma aterrorizante e incrível palmatória — que meu marido, um belo dia, conseguiu com a ex-professora primária do meu sogro, para figurar na sua coleção de antigüidades... com o caráter es-pecialíssimo de ter sido usada no avô dos meus filhos, quem haveria de crer hoje?)

             Com as mudanças ocorridas durante o século XX, tanto no campo das relações humanas como no da educação, as pessoas foram aprendendo a respeitar as crianças, entendendo que elas têm, sim, querer (há pouco mais de três décadas nossos pais diziam com toda segurança "criança não tem querer", quem não lembra?), gostos, aptidões próprias e até indisposições passageiras — exatamente como nós, adultos.

            Com isso, sem dúvida, muita coisa melhorou para as crianças — e, claro, para nós adultos também. O relacionamento entre pais e filhos ganhou mais autenticidade, menos autoritarismo. O poder absoluto dos pais sobre os filhos foi substituído por uma relação mais democrática. E o entendimento cresceu... Todos ficaram felizes,..

       Será? Será que as coisas aconteceram assim de forma tão harmoniosa, com todos?

Read More 0 Comments

Fri

09

May

2014

Limites na educação

          Assim como a água para formar um rio necessita de margens, a criança necessita de adultos que lhe ensine os parâmetros para se tornar efetivamente humana e viver uma vida socialmente adequada.

           Uma criança não nasce sabendo; precisa ser educada e esse papel cabe aos pais.

 

Read More 1 Comments

Fri

25

Apr

2014

Crianças que mordem

          Existe na infância a fase da mordida. Todas as crianças entre um ano e meio e três anos passam por ela. Umas mordem mais outras mordem menos.

           Vários motivos levam a criança a morder. 

 

Read More 3 Comments

Busca no site:

digite o que procura

Loading

Arte, mimos e encantos!!

"Não roube a infância de seu filho, deixe-o descobrir o mundo pelos seus olhos curiosos. Tudo tem seu tempo e o maior tesouro que temos é o aprendizado que fazemos nestas próprias descobertas." RC 

 

Notícias:

Agora temos loja física!!

Dá uma olhadinha na página "Como adquirir os produtos Amarilis" e descubra tudo o que há por lá.

Vale a pena conferir!

LOJA FÍSICA

Tabela de preços:

Tabela de Preços
Tabela de preços_jun2018.pdf
Adobe Acrobat Document 544.1 KB