Crianças que se manipulam

          É normal uma criança de quatro anos se manipular, pois sua mão está descobrindo todas as partes do seu corpo e sentindo aquelas que lhe dão mais prazer. Ela está se conhecendo e conhecendo as sensações que seu corpo pode lhe oferecer. Não deve ser chamada a atenção. Apenas, se passado o tempo desse "conhecimento", o ato se repetir em todo e qualquer lugar, deve-se conversar com a criança dizendo que pode se machucar se mexer muito nesse lugar e que se tiver um dia vontade de fazer isso deverá fazer em seu quarto e não diante das pessoas.

            

            Para uma criança, mexer nos seus órgãos genitais é normal. Isso lhe dá prazer e diminui sua ansiedade.

       As crianças que se manipulam, além do normal, ou que são aficionadas em mexer e explorar os genitais, são crianças que podem ter uma ansiedade além do normal. Essa ansiedade pode ser própria dela ou decorrente da dinâmica do ambiente em que vive (adultos exigentes, perfeccionistas, sempre com pressa, ansiosos, por exemplo).

 

      Algumas dicas :

 

       - Respire sempre mais profundamente caso sejam pais ansiosos antes de falar com a criança (isso faz baixar a ansiedade).

      - Exija da criança somente aquilo que a idade dela possa corresponder.

    - Sentar todos os dias numa cadeira de balanço ou rede, sem pressa, colocar a criança no colo, cantar embalando-a, contar história, mostrar gravuras, mas com muita CALMA, e MUITO CONTATO FÌSICO, para que ela sinta o calor e o afeto dos pais para com ela.

    - Sugiro que as roupas da criança sejam largas e de algodão para que não fiquem roçando nos genitais o tempo todo, excitando-a e sinalizando que eles existem e estão ali esperando para serem manipulados.

   - É imprescindível retirar o ovo da alimentação da criança. Rudolf Steiner diz que o ovo acelera a sexualidade (contém muitos hormônios, mesmo sendo ovo caipira).

    - Procurar fazer com a criança atividades que requeiram o uso das mãos para adormecer o pólo inferior (animal , sexual) e acordar o pólo superior (mãos que constroem algo, humano). Fazer pão, bolachinhas, modelagem com massinha de cera de abelha. Catar matinhos do jardim, cavar com as mãos, ajudar lavar louça, panos etc. Quando se ocupa as mãos em coisas construtivas a ansiedade diminui. A ansiedade é uma grande entrada de ar nos pulmões. Quando usamos as mãos, para fazer algo, equilibramos o Sistema Rítmico (cardiorespiratório) e a ansiedade abaixa.

     - Com a criança no colo, na cadeira de balanço ou na rede (para que ela receba todo calor humano dos pais, pode-se vestir e despir bonecas, fazer roupinha de boneca; pentear seu cabelo, cortar suas unhas; enfim, todas as possibilidades de contato corporal com a criança para que o prazer venha também através da relação afetiva e não somente da manipulação dos genitais.

      - Tentar falar o menos possível sobre esse ato de mexer nos genitais. Essa fase vai passar. Quando todos ignorarem esse ato e derem mais calor anímico (colo, atenção individual, tempo para ela) a criança deixará de fazê-lo tão intensamente e talvez, com a consciência chegando fará em lugares protegidos dos olhos dos outros.

 - Manter a região do abdomem sempre aquecida com calcinhas/cuequinhas folgadas, altas e de algodão. Blusas que vão até o bumbum, pernas e pés bem aquecidos. Evitar deixar partes do corpo desprotegidas. Lembre-se sempre que o corpo vital precisa de calor, de muito calor.

 

elaborado por Pilar Tetilla Manzano Borba

                                         Graduada em Terapia Ocupacional pela Faculdade                                        de Medicina da USP/ Especializada em Tratamento                                        Neuroevolutivo - Conceito Bobath/ Formada em                                       Pedagogia Waldorf/ Pós-graduada em Antroposofia                                        na Saúde pela UNISO

 

Write a comment

Comments: 5

Busca no site:

digite o que procura

Loading

Arte, mimos e encantos!!

"Não roube a infância de seu filho, deixe-o descobrir o mundo pelos seus olhos curiosos. Tudo tem seu tempo e o maior tesouro que temos é o aprendizado que fazemos nestas próprias descobertas." RC 

 

Notícias:

Agora temos loja física!!

Dá uma olhadinha na página "Como adquirir os produtos Amarilis" e descubra tudo o que há por lá.

Vale a pena conferir!

LOJA FÍSICA

Tabela de preços:

Tabela de Preços
Tabela de preços_fev2018.pdf
Adobe Acrobat Document 547.1 KB